quarta-feira, 16 de maio de 2012

A hora e a vez da Era Índigo.

Você se sente diferente? Deslocado no mundo? Então você já deve ter ouvido falar em seres índigos. Não? Então vamos falar um pouco deles, poque não existe no mundo nada mais contemporâneo que os seres índigos. Eles são o tema da novela da Globo "Amor Eterno Amor" e principal assunto em rodas da galera cult e antenada.

Índigos, são seres especiais que vieram ao planeta Terra com uma missão de transformação. 

Como assim? Quem são? Como são? Calma, a gente explica..



Desde crianças eles adoram desafios, não aceitam proibições sem argumentos, fazem várias coisas simultaneamente, têm ótima autoestima, não sentem medo e adoram tecnologia, entre outras características. Segundo Tappe, os índigos vivenciam uma grande mudança por volta dos 26 ou 27 anos, quando passam a ter noção de sua missão na Terra. Começam a ter uma visão cada vez mais clara do que vieram fazer aqui, de seus objetivos, e seguem seu ideal até se tornarem mais velhos e poderem concluí-lo. 

Os adultos com esse perfil, em geral, cresceram com um sentimento de inadequação, sentindo-se diferentes, e com forte predisposição a se casar tarde e a demorar a se firmar na carreira. Os índigos não nascem mais, e são os responsáveis por gerar as crianças cristais e em seguida as crianças diamante. Diz a lenda e algumas teorias, que o poder da indústria do entretenimento deve ir para a mão dos índigos para que as mudanças necessárias ocorram no planeta e a verdade seja revelada.




Características principais das crianças índigo 

Também chamadas de “rompedores de sistemas”, elas viriam ao mundo com a missão de promover a aceleração do processo de evolução humana e planetária. 

Determinação a pôr em xeque o status quo, os valores estabelecidos e todo um sistema adoecido e caótico que se instalou na sociedade atual. 

Alta sensibilidade. 

Questionadoras, não aceitam um “não, porque não” sem argumentos verdadeiros como resposta. 
Têm um olhar profundo e magnético. 

Têm liderança carismática. 

São guiadas por um grande senso de justiça. 

Sua presença incomoda, pois é como se estivéssemos na presença de um espelho que reflete de forma potencializada todo o nosso interior, com aspectos de luz e sombra. 

Não têm problemas de autoestima. 

Não têm vergonha ou problema em expressar suas necessidades. 

Acreditam plenamente em si mesmas. 

Não são massa de manobra, não se deixam conduzir, não são manipuláveis. 

Não são adeptas de práticas que agridam a natureza. 

Detestam preconceito. 

Muitos deles não aceitam comer carne de qualquer animal, preferem escolher legumes, verduras etc. 
Acreditam em Deus, e a continuação da vida após a morte não é novidade para eles.


Como são os bebês índigos?  

Têm olhos grandes e olhar profundo;  

Penetram em nossa alma e não sorriem de imediato, fitam-nos por um longo tempo, nos magnetizam;  
Sua energia é de paz, de serenidade; 

Transmitem conforto, paz e muito amor de um modo que nos sentimos bem perto deles e não queremos nos afastar; 

Desde cedo, mostram-se muito sensíveis às emoções dos pais.
 
Demonstram uma capacidade impressionante de recuperação em caso de doenças, inclusive estranhas e graves, o que chega a impressionar os médicos; 

São extremamente carinhosos e meigos; 

Muitos têm dentes bem cedo; 

Alguns chegam a falar com três ou quatro meses algumas palavras, mesmo que depois não falem mais e só voltem a falar com 3 ou 4; 

Chamam a atenção pela vivacidade que apresentam desde cedo.

Att: Segundo os defensores do conceito, é muito comum confundir o perfil de uma criança índigo com o de uma portadora de transtorno de déficit de atenção com hiperatividade. Em seu livro “Mentes Inquietas” (Editora Gente), a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva dá as características de quem tem TDAH.

Fonte: Valdeniza Sire Salvino

3 comentários:

MULT SPORTS disse...

MIRIAM, PERTINENTE SUA EXPLANAÇÃO SOBRE SERES ÍNDIGOS. NUM MOMENTO EM QUE ME PERTUNTO DEMAIS SOBRE: ONDE VOU CHEGAR FAZENDO TANTAS COISAS?, AJUDANDO TANTAS PESSOAS?, ENFRETANDO TANTOS DESAFIOS? E LEIO ESTA EXCELENTE CRÔNICA. AGORA POSSO DIZER QUE DESCOBRI: "QUE EU SOU UM SER ÍNDIGO" OBRIGADO DEUS, OBRIGADO MIRIAM.

Miriam Rezende Gonçalves disse...

Que lindo ler isso..reativei esse blog há duas semanas, e esse seu comentário é um sinal de que estou indo no caminho certo, pois estou ajudando pessoas...muita LUZ em seu caminho! Obrigada você!

Abigai Grossi disse...

Abigail Grossi Com a novela das seis, na Globo, estes temas voltaram a cutucar nossa curiosidade. Os novos avanços da física quântica e o uso concreto de seus recursos, vem oferendo possibilidades e resultados inovadores. Nào há mais como negar a unificação dos conhecimentos, ciência e espiritualidade se unindo. Estamos transcendendo, ganhando conhecimento, evoluíndo, aumentando nosso nível consciencial. Estas Crianças são frutos disso, são filhos do conhecimento que a humanidade adquiriu. Não é mágica, não é de outro mundo.... estão Nas escolas, dentro de nossas casas, é simplesmente a nova geração. Sem romance. Simples assim!!!! Alguns até de nossa geração. Novela é uma coisa vida real é outra. Evolução genética e do conhecimento humano e só>